À Comunidade Pagã:

ÚLTIMA MENSAGEM DO GROVE SERPENTE DE FOGO DE BRUXARIA.

Essa história começou em 1999, quando um de nossos fundadores ao buscar saber mais sobre a música celta, sua paixão desde criança, deparou-se com a religiosidade daquele povo, travando contato com o Paganismo e as religiões dos povos antigos, até que se deparou com uma religião chamada Wicca. O que mais lhe chamava a atenção era a palavra pagão; aquilo realmente lhe dizia algo que tocou profundamente sua alma e sua mente, fazendo com que no mesmo ano ele viesse a sentir o que chamam de “O Chamado da Deusa” – foi o início de seus estudos, práticas e caminhos dentro da Bruxaria Moderna.

Entre 2003 e 2013, muitas coisas aconteceram. Nossos membros e fundadores se conheceram e reconheceram, encontrando-se e amando-se novamente. Nosso fundador desenvolveu junto aos seus um imenso trabalho público destinado à comunidade pagã do Rio Grande do Sul, tendo feito parte da instalação da ABRAWICCA-RS em Porto Alegre, do Encontro Social Pagão®-RS e do Projeto Wicca-RS, da mesma forma foi um dos pioneiros na empreitada da instalação do Dia do Orgulho Pagão (Pagan Pride Project® - EUA) na Região Sul do país, sendo Coordenador Local para a cidade de Porto Alegre de 2004 até o presente e em 2012 tornou-se Coordenador Adjunto do Pagan Pride Project® para América Latina – Regional Brasil, hoje responsável por 12 eventos em cidades espalhadas por várias regiões do país. Ao total, realizamos 120 (cento e vinte) eventos públicos à comunidade pagã gaúcha, o que foi celebrado juntamente à 10º Edição do Dia do Orgulho Pagão – Porto Alegre-RS.

Esta Casa, sob o nome de Círculo Wiccaniano Serpente de Fogo foi fundada em 10 de dezembro de 2006. Em 2009, por questões doutrinárias e práticas, e por respeito à própria Religião Wicca, passamos a nos denominar simplesmente praticantes de Bruxaria, e foi quando a congregação evoluiu para o GROVE SERPENTE DE FOGO DE BRUXARIA, com elevação do Círculo para o Seu Coven-Mãe, o Coven Serpente de Ouro e o nascimento do Círculo Serpente Escarlate, um de nossos núcleos, com sede no Litoral Norte do RS, o qual também foi uma das extensões de nosso trabalho.

Tivemos sempre como missão, manter o culto aos nossos Deuses, sob a ótica Ofiólatra e draconiana da Bruxaria Contemporânea, sendo uma congregação formada por sacerdotisas, sacerdotes e acólitos orientados para o culto inspirado nos ciclos da Natureza e em muitas vertentes de antigas religiosidades pagãs, das quais nos inspiramos.

Nossa congregação jamais possuiu fins lucrativos e sempre esteve diretamente voltada para o esclarecimento a respeito da Bruxaria e das religiões pagãs de todos os segmentos. Fomos fomentadores do diálogo inter-religioso, militantes da paz e da liberdade de crenças, assim como praticantes assíduos da solidariedade para com a comunidade carente, que consideramos nossos irmãos, nossos iguais aos quais devemos carinho, atitude e respeito.

Por decisão unilateral da Liderança, o que respeitosamente foi acatado por todos os membros, nossas atividades foram oficialmente declaradas encerradas e nosso Conselho foi dissolvido em 24 de abril de 2014. Transcorreram honrosamente as cerimônias de despedida e fechamento no dia 26 de maio de 2014, quando o Grove então, deixou de existir. Seu espólio permanece sob a guarda da extinta Liderança, à disposição daqueles que eram membros da congregação até o seu momento final.

Como praticantes de Bruxaria, invariavelmente amigos da Morte somos – assim como da Vida. Parte de todo o ciclo da Existência depende da Morte para que o Todo possa manter-se na mais perfeita harmonia. Indubitavelmente, tudo aquilo que nasce e resiste, passa pelo crescimento, amadurecimento, envelhecimento, e morte, retornando ao Grande Ventre de todas as coisas. E com nossa Casa isso não foi diferente – ela nasceu, cresceu, se desenvolveu, trabalhou, amadureceu e agora se recolhe, pois já é chegado o momento de se resignar, sem medo, nem receio, mas com respeito, diante d’Ela, que acompanha tudo e todos, do nascimento, até o fim.

Alguns de nossos membros e fundadores permanecerão eternamente ligados pelo vínculo afetivo e familiar estabelecido, do Perfeito Amor e da Perfeita Confiança – muitos talvez, jamais abandonem o ofício e a espiritualidade bruxa e outros com certeza até continuarão realizando eventos como o Dia do Orgulho Pagão – Porto Alegre, e outras atribuições e cargos de instituições pessoais (Pagan Pride Project® - EUA), mas a Árvore do Grove Serpente de Fogo já deu todos os seus frutos – alimentou todos aqueles que precisavam, e, é chegado o momento de com toda a honradez, seguirmos o Caminho que o destino agora nos acena, com serenidade e paz no coração.

Queremos agradecer àqueles membros que realmente fizeram a diferença dessa congregação e nos são os mais especiais: Alana Caldeira Julião, Amanda Mazzochi, Ana Menezes Luckei, Camila Pinheiro Ceroni, Felipe Miranda dos Santos, Guilherme Queiros Scharlau, Karina Lanfredi, Lianne Vaucher, Maiara Kauffmann, Mário Lúcio Mesquita Machado, Odete Maria Grando Pereira, Roberta Ewald, e Viviane Schuck. Aos demais, também nossos agradecimentos por aquilo que contribuíram. Ao nosso fundador, sempre conhecido como Lugus Dagda Brigante, agora não mais, e sim doravante, Luís Gustavo Pereira, ou simplesmente “Lugus”, a mais profunda gratidão por ter nos servido de pilar e guia por todos esses anos, sendo o elo que nos une para sempre e fez possível o fato de independente dos laços mágicos, tornássemos uma grande família.

Sobre uma Terra Fértil estamos. Certamente, dos frutos que caíram da Árvore do Grove, muitas sementes no solo permanecem. Movimentos e chuvas virão. Talvez algumas germinem e cresçam, nessa ou na próxima geração. Talvez não. O fato é que ainda assim sementes foram plantadas.

Entre Solstícios e Equinócios, Luas Novas e Luas Cheias, põe-se o Sol e nasce o Sol, continuamente e sempre voltando ao mesmo lugar onde nasceu. Conhecemos bem os movimentos aqui do Sul... O Vento vai para o Norte e faz seu giro novamente para o Sul; continuamente vai girando o Vento e volta, fazendo seus circuitos. Uma geração vai, outra geração vem. Porém, a TERRA, PARA SEMPRE PERMANECE – e nela, se faz presente, A SEMENTE (e A SERPENTE).

Porto Alegre, 28 de maio de 2014.

* Este domínio (ninhodaserpente.com.br) permanecerá ativo até Agosto de 2014, quando então será desativado e não mais renovado. Qualquer movimentação posterior a esta data, oriundo deste domínio, não será de nossa responsabilidade.